Santa Teresa, the charming gay friendly neighborhood

parque.jpg

Um dos bairros mais charmosos do Rio de Janeiro, Santa Teresa é um dos recantos preferidos pela população LGBT da cidade. O clima é agradável. Os sobrados trazem uma lembrança do que foi a cidade nos séculos XVIII e XIX. Os bondes que saem do Centro e percorrem as ladeiras de Santa Teresa são os únicos em circulação na cidade.

 

Três pontos turísticos são de maior destaque. O Parque das Ruínas (foto) tem este nome porque foi restaurado para visitação pública do que sobrou da casa de uma das grandes mecenas de artistas do Rio no início do século XX, Laurinda Santos Lobo. O local permite uma das melhores vistas da paisagem do Rio de Janeiro. Aos finais de semana, abriga shows e espetáculos teatrais. Aberto para visitação de terça-feira a domingo, das 8h às 20h. Rua Murtinho Nobre, 169

 

E, na mesma rua, não deixe de visitar o Museu da Chacara do Céu. O centro cultural reúne obras de grandes artistas europeus como Modigliani, Degas, Miró, Matisse e os brasileiros Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antonio Bandeira, Eliseu Visconti e Portinari. O museu funciona diariamente, exceto às terças-feiras, de meio-dia às 17h. Rua Murtinho Nobre, 93.

santa teresa.jpg

Construído no século XVIII, o Convento de Santa Teresa é morada de freiras que vivem enclausuradas, isoladas do mundo exterior. As missas acontecem às 9h, no sábado e, às 8h, no domingo. Para visitação, é recomendável chegar até ás 16h, pois os portões são fechados uma hora depois. Ladeira de Santa Teresa, n° 52.

 

Outra grande dica é visitar os ateliês dos artistas do bairro. E depois da caminhada, curtir o cair da tarde no Explorer Bar, o principal bar e restaurante gay friendly de Santa Teresa, com drinks e pratos que levam a um passeio pelo mundo através do sabor.

One of the most charming neighborhoods in Rio, Santa Teresa is a favourite among the LGBT population. The weather is nice and the old buildings bring back memories of what the city was like during the 18th and 19th centuries. The streetcars that go from downtown to hills of Santa Teresa are the only ones left circulating the city.

con sangria.jpg

 

Three touristic spots deserve to be highlighted. The Parque das Ruínas  (first photo) gets its name because it was restored for public visitation from the ruins of the house of one of Rio´s prime marchands from the beginning of the 20th century, Laurinda Santos Lobo. The place offers one of the best views of the city´s landscape. At the weekends, it receives concerts and plays. It is open to visitation from Tuesday to Sunday, from 8:00 a.m to 20:00. Rua Murtinho Nobre, 169.

 

At the same street, don´t forget to visit the Museu da Chácara do Céu. This cultural center gathers the works of many great European artists like Modigliani, Degas, Miró, Matisse and the brazilians Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antonio Bandeira, Eliseu Visconti and Portinari. The museum works daily, except Tuesdays, from noon to 5:00 p.m. Rua Murtinho Nobre, 93 Built in the 18th century, the Convento de Santa Terese is where nuns live their cloistered existence. The masses are at 9:00 a.m on Saturdays and 8:00 a.m on Sundays. To visit, is recommended to arrive until 4:00 p.m, as the gates are closed an hour later. Ladeira de Santa Teresa, n° 52

casal-parque.jpg

Vista do Parque das Ruínas, Santa Teresa